2006/06/21

A Maior Flor do Mundo - José Saramago

Quando li alguns dos seus romances, pensei que Saramago seria um bom escritor de contos, visto que tinha boas ideias que esticava à exaustão, sem extrair delas tudo o que elas poderiam dar. Veja-se o exemplo do Ensaio sobre a Cegueira ou de Todos os Nomes. Com a Maior Flor do Mundo verifico que não é verdade. A maior flor do mundo, é um livro cansado: desenvolve-se numa estrutura circular, cansada de tanto ser usada, usa imagens cansadas, não traz nada de novo, nada de nada. Talvez a dificuldade seja escrever para crianças, talvez a dificuldade seja ser simples – que é sempre tão difícil. Se escreve contos assim, antes os romances, que dariam bons contos e deram romances sofríveis.

3 comentários:

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Your are Nice. And so is your site! Maybe you need some more pictures. Will return in the near future.
»

Anónimo disse...

This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»