2006/08/11

Optimismo - Francesco Alberoni

Eu esperava uma monografia sobre o optimismo, saiu-me uma colecção de crónicas "morais" (?). Eu esperava uma reflexão profunda e cuidada, saiu-me um conjunto de lugares comuns que exploram assuntos tão interessantes como saber se as nossas impressões à primeira visata estão ou não correctas... para chegar à conclusão que às vezes sim, às vezes não. Os exemplos, as inferências são de uma displicência que me fazem colocar em causa não apenas o texto mas o próprio autor. Quem pensa assim neste livro, como pode ter modelos de pensamento rigorosos e racionais noutros livros?
Ao mesmo tempo tenho que dizer que os textos são assim uma mistura de calda de açucar com canja de galinha que não chega propriamente a merecer discordância. Ninguém discorda de um discurso vago, assente no senso comum. Mas para quê lê-lo? Se o livro fosse maior, tinha focado a meio. Tem essa qualidade: é pequeno.
Sinceramente, não gostei do livro e foi para mim uma enorme desilusão porque já ouvi bons comentários sobre outros livros dele, que ainda não me dei ao trabalho de ler. Mas depois deste fiquei sem muita vontade...

1 comentário:

lililima disse...

Calda de açúcar com canja de galinha?! Só por isso deve valer a pena, nem que seja só para descobrir onde está a galinha... ;)