2006/07/21

O Confessor - Daniel Silva

este livro é um policial mediano: não traz novidades; não deixa saudades.
O enredo é bastante óbvio e o desenlace também.
A propósito da história ressaltam duas ideias, repetidas à exaustão:
a) o silêncio do Vaticano quanto ao holocausto;
b) a justificação do Estado de Israel.
Nenhuma das questões em causa é tão simples como o autor quer fazer parecer. A "desculpa" de que estamos perante um romance também não colhe: quem quer fazer um romance histórico - e não há dúvidas quanto a tais pretensões neste caso - deve ser exacto quanto aos dados que promove e às teorias que defende. Neste livro não há rigor histórico Apenas páginas e páginas de propaganda.

Talvez um dia se escreva um livro sobre o silêncio do Ocidente diante do conflito do Médio Oriente.

4 comentários:

anaaaaatchim disse...

Já lá vão uns meses valentes desde que o li, linha geral gostei, mas não está definitivamente entre os meus preferidos do género. Apesar de tudo estou ansiosa por ler o novo livro do autor :)

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

I like it! Good job. Go on.
»