2006/04/04

Pequeno Formato - Eugénio de Andrade

Não, não me encheu as medidas. Não é que eu ache que os poemas tenham que ser grandes. Não têm. Mas é que estes poemas são esboços de algumas ideias que EA desenvolveu com muito maior brilhantismo noutros poemas. Por isso, estes poemas sabem a pouco, falta-lhes qualquer coisa, para se ouvir inteira a voz do poeta. Parecem ecos, breves e ligeiramente distorcidos. Este livro é uma boa demonstração de como é difícil escrever um bom poema, se o confrontarmos com alguns outros poemas de EA.

3 comentários:

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Very best site. Keep working. Will return in the near future.
»

Anónimo disse...

Keep up the good work. thnx!
»